Notícias 2021

INOVAÇÃO

SESI participa de evento de cultura pop com alunos de robótica

Publicado em 27.09.2021

 

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/6

Realizado através de uma parceria entre o Instituto Euvaldo Lodi – IEL e a equipe de esports Caburaí Gaming, além do apoio de SESI e SENAI ocorreu nos dias 18 e 19 de setembro o Caburaí Geek Planet. O espaço reservado para a cultura geek aconteceu no Roraima Garden Shopping localizado no bairro Caçari, zona leste de Boa Vista.

O Caburaí Geek Planet é um evento de cultura pop que busca contemplar as principais áreas da indústria como videogames, histórias em quadrinhos, cultura japonesa, filmes e séries para TV. Por conta dessa abrangência, esta primeira edição trouxe uma programação que reuniu estandes com lojas que tinham action figures de diversos heróis, mangás, camisetas e outras bugingangas referentes a temática.

Os dois dias reservaram apresentações de grupos de dança, torneios de jogos como o League of Legends (LoL), Injustice, entre outros, concurso de cosplay, além de convidados importantes dentro do cenário dos esports brasileiro, como o narrador e caster de Free Fire, Caique Brown.

Para o narrador que esteve pela primeira vez em Roraima, o evento é importante para solidificar o cenário dos esportes eletrônicos no estado. “Estou muito feliz em estar aqui e ver o apelo que os esportes eletrônicos tem tido. É um evento interessante demais e com a galera do SESI, IEL e SENAI abraçando fica ainda melhor. É a primeira vez que estou aqui, um lugar diferente com um clima acolhedor de todo o pessoal. Fui bem recebido desde que cheguei”, afirma o narrador.

Participando como um dos narradores oficiais das seletivas de Free Fire que ocorreram nas modalidades X1 (dois jogadores duelam entre si para decidir quem é o melhor) e 4 x 4, Caique analisou também o nível dos participantes. “Estão muito acima da média e isso é bacana demais. Todos querem alcançar esse objetivo que é entrar para a equipe da Caburaí e gostei demais do que apresentaram esses jogadores. Pode ter certeza que daqui sairá um grande jogador ou jogadora do mais alto gabarito para disputar torneios afora”, destaca ainda.

A superintendente do IEL/RR, Rônia Barker destacou o apoio do sistema FIER ao evento. “O que aconteceu é muito importante e grandioso para o nosso estado. Estamos participando ativamente de um evento que valoriza essa cultura tão rica e também os esportes eletrônicos que tem se tornado uma realidade profissional para muitos jovens. O sistema representa a tecnologia e a inovação seja através do SESI, do SENAI, do SEBRAE e até mesmo com o IEL atuando cada qual em suas áreas”, reitera Rônia.

No evento o IEL/RR esteve divulgando o curso de Pro Player que está sendo oferecido em parceria com a equipe de esports Caburaí até o mês de outubro com duas turmas nos horários matutino e vespertino. Já o SENAI realizou apresentação institucional, exposição de duas impressoras 3d construídas no SENAI Lab pelos instrutores participantes do curso de “Montagem e Operação de Impressora 3D”, além da divulgação do ensino médio técnico integrado em redes de computador realizado em conjunto com o SESI.

 

Robótica e Ensino

O SESI/RR marcou sua participação com um estande que trouxe o trabalho de robótica realizado pela Escola do SESI. A apresentação ficou por conta dos professores e alunos que fazem parte das equipes Macunaíma e Engenheiros em Ação. As duas equipes já possuem um histórico de conquistas e somente nesta temporada 2020/21 dos torneios regionais First Lego League (FLL) foram premiadas em categorias como design de robô e Core Values.

Ainda no evento também esteve presente uma equipe que esclareceu dúvidas, mostrou o trabalho pedagógico da escola e atendeu solicitações de vagas voltadas para o ano letivo de 2022. Os interessados ainda puderam agendar a realização de um tour para conhecer melhor as instalações e todo o trabalho realizado pela Escola do SESI. 

Ao todo nos dois dias da Caburai Geek Planet foram realizados mais de 150 atendimentos no estande do SESI.

ARTES

Escola do SESI-RR premia alunos vencedores do I Concurso de Poesia “Onde as palavras se encontram”

Publicado em 31.08.2021

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7
 

A Escola do SESI premiou os alunos vencedores da primeira edição do Concurso de Poesia chamado “Onde as palavras se encontram”. A cerimônia ocorreu na tarde do dia 20 de agosto no hall do auditório do Centro de Educação do Trabalhador João de Mendonça Furtado - CET/RR. A entrega de medalhas e os prêmios (kit de material escolar) também contou com a presença da diretora Gardênia Cavalcante, da vice-diretora Alesandra Vasconcelos, das professoras de Ciência da Natureza Joicy Compagnon e de leitura e produção textual Stella Praetorius que organizaram o concurso, além dos responsáveis pelos alunos vencedores.

 

O concurso de poesia foi realizado com o objetivo de incentivar os alunos a expressarem os sentimentos por meio escrita poética. Para esta primeira edição foram criadas duas categorias que abordaram o tema Natureza/Saúde e Amizade/Amor. Ao todo se inscreveram 11 alunos que fazem parte do ensino fundamental nos períodos matutino e vespertino que tiveram suas poesias avaliadas pelo professor e mestre João Cruz. Segundo Joicy Compagnon, a ideia do concurso é trazer as crianças para o universo da poesia. “Tudo iniciou como uma ideia da professora Stella e eu abracei. Temos que incentivar a arte nos estudantes, o gosto pela leitura, estimular a imaginação e o mais legal é que muitos talentos acabam aparecendo por conta de concursos assim. As poesias dos estudantes foram maravilhosas e todos colocaram emoção e foram bem elogiados pelo avaliador”, revela a professora e organizadora.

 

Sendo esta a primeira edição do evento, a professora e organizadora Stella Praetorius afirma que haverá outras edições. “É o incentivo à leitura, a escrita de poesia que queremos. Quando pensamos nesse concurso estávamos no mês de comemoração do Dia Mundial da Poesia. Então pretendemos continuar com outras edições para os próximos anos e seguir melhorando com mais alunos participantes e mais prêmios”, destaca a professora.

 

Confira quem foram os vencedores:

Categoria Natureza/Saúde:

1º lugar: Davi Rodrigues Lemos (9º ano C) e Mariah Clara Artimandes Morais (7º ano C)

2º lugar: Ana Beatriz de Moura Castro (7º ano B)

3º lugar: Douglas Yuki Santiago Guedes (7º ano C)

 

Categoria Amor/Amizade

1º lugar: João Lukas Rodrigues Araújo (7º ano C)
2º lugar: Ana Luiza Maia Parente (7º ano A)

3º lugar: Marcos Vinícius de Oliveira Castro (7º ano C) e Plácido Vinícius Oliveira Sousa (9º ano A)

CONSCIENTIZAÇÃO

Alunos da Escola do SESI participam de atividades em alusão ao Maio Amarelo

Publicado em 30.06.2021

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

Com a temática voltada para a responsabilidade no trânsito, os alunos da escola do SESI participaram de atividades referentes à Semana do Maio Amarelo. A programação ocorreu no período de 31 de maio a 2 de junho junto com as turmas do maternal ao 9º ano.

O objetivo das atividades é conscientizar os alunos sobre a importância da direção responsável e defensiva no trânsito das cidades brasileiras. As ações realizadas foram diferenciadas para cada turma, sendo que os professores trabalharam o tema em sala de aula de modo presencial e on-line aliando com diversas outras atividades. Para a educação infantil, os alunos trabalharam a temática juntamente com pinturas, desenhos, contação de histórias, entre outros.

 

Para o Fundamental I houve também a participação da Superintendência Municipal de Trânsito (SMTRAM-RR) que esteve na gravação de um vídeo passado posteriormente aos alunos. Nele o apresentador e agente Ney Brito juntamente com o Projeto Crescer e seus personagens infantis encenam uma peça teatral que aborda o assunto da responsabilidade no trânsito e passa mais informações sobre o Detran-RR.

Durante a gravação do vídeo, o agente destacou a oportunidade de abordar o assunto do trânsito para o público infantil e jovem. “Viemos também passar dicas e regras de circulação no trânsito. Queremos agradecer demais a escola do SESI e demais parceiros por dar oportunidade de falar sobre trânsito com as crianças e jovens. Temos que ter respeito e responsabilidade e devemos praticar isso no trânsito e nossa ideia é conscientizar desde cedo”, afirma o agente Ney.

Para os alunos do 6º ao 9º ano houve o trabalho da temática com recursos mais tecnológicos quando os alunos criaram pequenos alertas sobre educação no trânsito utilizando cartazes, GIF’s, entre outros. Ainda durante a semana do Maio Amarelo, no dia 1º de junho, a agente Ruth Prill do Detran-RR participou de um bate-papo on-line, via teams, com os alunos, que puderam esclarecer várias dúvidas a respeito da temática.

Segundo Alesandra Farias de Queiroz, vice-diretora da Escola do SESI, o objetivo é trabalhar uma conscientização para uma melhor educação no trânsito. “Temos uma parceria todo ano para trabalhar com o tema. O ideal é orientar cedo sobre essas questões de conscientização, principalmente, porque vivemos cada dia mais um trânsito muito agitado. Através de uma metodologia educacional nós ajudamos os alunos a entender a importância de ser responsável no trânsito e também a serem incentivadores dos seus pais ou responsáveis”, explica a coordenadora.

Em números gerais, o Brasil registra 47 mil mortes por ano e mais de 400 mil pessoas que apresentam sequelas por conta de acidentes de trânsito, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Queremos formar alunos que possam contribuir da melhor forma com a sociedade roraimense e o tema da educação e responsabilidade no trânsito é fundamental ser tratado. O objetivo é ter jovens que depois quando ficarem adultos pratiquem e tragam para si essa responsabilidade”, afirma ainda a vice-diretora.

 

O que é o Maio Amarelo?

O movimento Maio Amarelo tem a proposta de chamar a atenção da sociedade para o grande índice de acidentes causadores de mortos e feridos que acontecem no transito não apenas no Brasil como em todo o mundo. Assim o objetivo é traçar um diálogo entre o poder público e a sociedade com a intenção de trazer à tona o tema da segurança nas estradas aproximando essa pauta aos diversos segmentos da sociedade, como governos, empresas, associações, entidades de classes, entre outros. Por essas questões, a cor amarela é usada como sinônimo de atenção e advertência da mesma maneira que no trânsito.

Historicamente, o Maio Amarelo começou em março de 2010 quando foi editado uma resolução que definiu o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Colocado em prática desde maio de 2011 a partir daí o mês se tornou referência no mundo para atividades de conscientização que visam reduzir os acidentes que ocorram no trânsito.

O ano de 2021 inicia a Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito em que o objetivo é reduzir em 50% as lesões e mortes no trânsito no mundo inteiro.

 

CRIATIVIDADE

Indústria de Talentos 2021 promove práticas empreendedoras de alunos de maneira virtual

Publicado em 30.06.2021

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

Com mudanças por conta da pandemia de Covid-19, a 16ª edição do Projeto Indústria de Talentos promovido pela Escola do SESI aconteceu no dia 22 de maio. O evento ocorreu de maneira on-line, sendo transmitido a partir das 9h através dos canais oficiais do SESI no Facebook, Youtube e Instagram.

O projeto tem como objetivo unir conhecimentos teóricos que são abordados na sala de aula com a prática de empreender proporcionando aos alunos contato direto com o universo do mercado, estimulando o desenvolvimento de uma mentalidade proativa, criativa e de empreendedorismo sustentável através de uma empresa experimental.

 

Neste ano participaram todos os alunos que estão devidamente matriculados na Escola do SESI, do Maternal ao Novo Ensino Médio Técnico Integrado SESI SENAI. Por conta da pandemia não apenas o evento ocorreu de maneira on-line, como outras partes do projeto não foram obrigatórias, como a etapa de produção e também o momento que envolvia a comercialização dos produtos para o público em geral.

Segundo a Diretora da Escola do SESI/RR, Gardênia Cavalcante, a realização desta edição do Indústria de Talentos neste momento diferenciado envolveu mais ainda o empenho de todos os profissionais, de alunos, professores, familiares e supervisores. “Sabemos que estamos vivendo um momento diferente, que precisamos nos cuidar e cuidar dos outros e pensando nisso fizemos nossa indústria de forma virtual. Gostaria de agradecer os alunos, os professores, os familiares e supervisores que se dedicaram para que cada projeto fosse realizado com excelência, qualidade e, principalmente, para essa realização de troca de conhecimento”, destaca.

No projeto indústria de talentos 2021, os alunos conjuntamente com os professores se utilizam dos conhecimentos aprendidos sobre educação empreendedora e criam projetos de empresas fictícias. Neste momento, eles passam por todas as etapas de um plano de negócios pensando em quais produtos irão vender, para qual público ofertar, além de definir metas, calcular custos, criar estratégias de comercialização, entre outras ações. Assim para que esses alunos possam participar da melhor maneira do evento, existe uma preparação prévia onde são aprendidas técnicas de marketing, vendas, consciência sustentável e empreendedora, tratamento com o público e como trabalhar em equipe.

Ainda para Gardênia Cavalcante, todo esse trabalho é com o intuito justamente de fazer com que os alunos pensem criticamente e se desenvolvam para o futuro. “A indústria de talentos faz com que os alunos se sintam grandes como empreendedores e como pessoas que pensam em serviços que possam contribuir para nossa sociedade. Pessoas que pensem em objetos que possam melhorar nossa qualidade de vida. Os alunos se dedicaram bastante para que esse evento ocorresse da melhor forma possível. Foi, sem dúvida, uma experiência fantástica”, finaliza a diretora.

 

PROJETOS EM UMA VITRINE ON-LINE

A etapa de produção dos projetos não foi obrigatória neste ano, porém alguns professores resolveram realizar esta etapa e alguns produtos prontos foram mostrados durante a transmissão do evento.

Os alunos da educação infantil tiveram que apresentar projetos envolvendo alimentação saudável, do ensino fundamental I apresentaram brinquedos e jogos com utilização de materiais recicláveis ou em desuso e os do ensino fundamental II apresentaram soluções ecológicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Por fim, os do novo ensino médio técnico integrado SESI SENAI mostraram soluções tecnológicas também com o intuito de melhorar a qualidade de vida.

Desta maneira, entre os trabalhos apresentados tiveram protótipos de variados tipos de brinquedos, como quadro mágico feitos com material reciclável, jogos educativos, hortoterapia, rede de descanso para os pés e um tripé reutilizável com cano PVC, entre outros.

Para quem quiser conhecer mais as empresas e produtos criados pelos alunos para o Indústria de Talentos 2021, todos estão expostos de maneira on-line na página oficial do SESI-RR na aba referente ao evento. O site onde estão dispostos todos os projetos foi produzido pelos alunos do 3º ano e cada projeto possui um vídeo explicativo sobre a empresa e o produto oferecido. Toda a comercialização assim como as empresas são fictícias.

VENCEDORES

Representantes da Escola do SESI/RR se destacam em etapas regionais de torneio de robótica regional do Pará e Amazonas

Publicado em 30.06.2021

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/10

Realizados respectivamente no dia 13 e 15 de abril, a etapa regional do Pará e do Amazonas do torneio SESI de robótica First Lego League (FLL) contou com a participação de quatro representantes da Escola do SESI-RR. Foram elas: as equipes Robô Inglês, Lego Machine, Macunaíma e Engenheiros em Ação.

Na etapa regional do Pará, a equipe Engenheiros em Ação conquistou o primeiro lugar na categoria Core Values e o quarto lugar na classificação geral do torneio que teve com a participação de 23 equipes. Os alunos de Boa Vista apresentaram o projeto games ativos que se propõe a oferecer uma solução para contribuir e estimular a prática de atividades físicas na área infanto-juvenil por meio da realidade virtual.

A proposta da equipe é utilizar material reciclado para construir um óculos de realidade virtual que poderá ser usado com o próprio celular do usuário e com jogos gratuitos disponíveis nas lojas de aplicativos.

No Amazonas, o torneio que teve premiação transmitida através do canal do Youtube do SESI Amazonas reuniu 16 equipes com alunos de Manaus, Iranduba, Itacoatiara, Parintins, Manacapuru, Boa Vista e Vilhena (RO). Para esta etapa regional, a temática da competição buscou abordar os assuntos sobre saúde, esporte e lazer com um desafio de fazer as equipes criarem soluções dentro de sua realidade local que sejam voltadas para a prática de exercícios físicos e qualidade de vida.

Assim o torneio oportunizou projetos para resolver os problemas do sedentarismo e outros voltadas a temática, além da construção de robôs autônomos para realizar os desafios da competição.

Desta maneira, a equipe Lego Machine levou o prêmio no quesito projeto de inovação. O projeto apresentado pela equipe foi o Recanto Terapêutico que tem o objetivo de aumentar o bem-estar e ajudar os profissionais de educação a ficarem mais ativos.

Na prática, a inovação realizada pela equipe traz a proposta de criar uma horta dentro da escola onde os professores ficariam responsáveis pelos cuidados de cada muda de planta. Ao final do mês, o professor que tiver a muda melhor desenvolvida, será reconhecido e ficará no mural do professor Hortoterapêutico do mês.

Já a equipe Macunaima levou a premiação no quesito Design do Robô. Nesta categoria a ideia é que os alunos criem um projeto relacionado a engenharia passando pela ideia de concepção e finalização de um robô pronto e programado para participar da competição.

 

 Torneio SESI de robótica First Lego League (FLL)

O FLL é uma competição internacional de exploração científica para crianças e jovens de 9 a 16 anos. Nela, os participantes constroem robôs baseados na tecnologia Lego Mindstorm, que devem ser programados para cumprir uma série de missões.

As equipes do SESI/RR contam com dois técnicos nessa jornada, os professores de Educação Tecnológica, Dennis Padilha e Eulina Medeiros, profissionais capacitados que orientam os alunos na elaboração dos projetos e os acompanham na execução das etapas.

 

Veja as equipes ganhadoras do Torneio SESI de Robótica 2021 – Etapa Regional Norte (Amazonas):

 

Prêmio Técnico Destaque: Silvio Luiz Vichroski- Equipe Elev3r

Desempenho do Robô: Elev3r – Escola SESI Centro Educacional Isolina Ruttmann (Vilhena-RO)

Core Valeus: Lego Star- Escola SESI Dra. Emina Barbosa Mustafa

Projeto de Inovação: Lego Machine – Centro de Educação do Trabalhador João de Mendonça Furtado – Escola SESI/ RR (Boa Vista-RR)

Design do Robô: Macunaima – Centro de Educação do Trabalhador João de Mendonça Furtado- Escola SESI/ RR (Boa Vista-RR)

Champion’s Award

1º Lugar: Elev3r – Escola SESI Centro Educacional Isolina Ruttmann (Vilhena-RO)

2º Lugar: Robóticos – Escola SESI Dra. Emina Barbosa Mustafa (Manaus-AM)

3º Lugar: Black and White – Escola SESI Dr. Francisco Garcia (Manaus-AM)

Classificadas para o nacional

Elev3r- Escola SESI Centro Educacional Isolina Ruttmann (Vilhena-RO)

Robóticos – Escola SESI Dra. Emina Barbosa Mustafa (Manaus-AM)

Black and White – Escola SESI Dr. Francisco Garcia (Manaus-AM)

Macunaima – Centro de Educação do Trabalhador João de Mendonça Furtado- Escola SESI/ RR (Boa Vista-RR)

 

Resultado Etapa Regional 2020/2021(Pará):

 Champion’s Award

1º lugar: Born to Fight

2º lugar: Bricks of Pará

3º lugar: Garça de Botas

 

 Desempenho do Robô

1º lugar: Bricks of Pará

2º lugar: Smart Techs

 

Core Values

1º lugar: Engenheiros em Ação

2º lugar: Ultron Force

 

 Projeto de Inovação

1º lugar: RoboTech

2º lugar: Snake Robots

 

 Design do Robô

1º lugar: Tech Robots

2º lugar: RoboCast

 

Prêmio Técnico Destaque

Aldelice Ferreira – Conexão MB